Dor de cabeça

Dor de cabeça

Sessenta e três milhões de brasileiros sofrem desse mal frequentemente, que é caracterizado pela dor de diferentes intensidades e em qualquer parte da cabeça. A dor de cabeça é uma das maiores causas de automedicação, e uso indiscriminado de analgésicos para combatê-la pode atrasar o diagnóstico de um problema mais sério.

É importante reconhecer que a dor de cabeça não atinge diretamente o cérebro, mas outras regiões ao redor do crânio, como a pele, os músculos e até os dentes. Se a dor chega até as células cerebrais, trata-se de um problema mais grave e diferente da cefaléia convencional, que requer a procura imediata de um médico. Hoje, nesse artigo, serão abordados alguns tipos de dor de cabeça, suas causas e tratamentos.

Classificação

As dores de cabeça são divididas em cefaléias primárias e secundárias. As primárias são as dores de cabeça em que a própria dor é o problema a ser tratado, como no caso das cefaléias tensionais, em salvas ou enxaqueca. Já as secundárias advém de outras enfermidades, como dengue, gripe ou sinusite.

Enxaqueca

A enxaqueca merece uma ressalva especial, já que, ao invés de uma simples dor de cabeça, trata-se de um distúrbio neurovascular crônico. Seu sintoma mais comum é a dor de intensidade média a alta, latejante, que pode ser precedida pelo que os médicos chamam de aura. São certos sintomas que indicam que a enxaqueca se manifestará em breve, como o embaçamento da visão ou ver em manchas, náusea, sensibilidade à luz e ao som, além da irritabilidade.

Causas da cefaléia primária

Tensão – Ocasiona 90% das pessoas que tem dor de cabeça, e é resultado do tensionamento por um grande período de tempo dos músculos do pescoço ou ao redor do crânio.

Problemas oculares – Essa dor costuma atingir, principalmente, em cima dos olhos e a fronte. A principal causa é algum problema específico de visão, como hipermetropia, miopia ou astigmatismo, que não são corrigidos com o uso adequado de óculos.

Problemas de sono – Durante o sono, o corpo produz o hormônio melatonina, que é um regulador natural do ciclo de sono e é produzido em resposta ao ambiente escuro. Ela também é responsável por evitar a dor, proteger o sistema nervosos central e estimular o sistema imunológico, e uma noite mal dormida diminui esse hormônio.

Alimentos – Substâncias presentes em alimentos, como chocolates, café e queijos, podem ser responsáveis pelo desencadeamento da dor.

DiagnĂłstico

O diagnóstico é feito pelo acompanhamento do histórico clínico do paciente e exame de sua saúde em geral. Caso haja indicação que seja uma causa mais grave, outros exames podem ser pedidos, como tomografias.

 Tratamento

O tratamento das cefaléias primárias costuma ser feito com analgésicos comuns, mas se enxaquecas e cefaléia em salvas não respondem a esses medicamentos, o ideal é conversar com seu médico sobre isso. No caso da enxaqueca, costuma haver medicação profilática. Já as cefaléias secundárias não têm segredo: o tratamento se voltará para a doença que está ocasionando a dor, geralmente acompanhado de analgésicos para diminuir o desconforto.

đź’• SE INSCREVA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE đź’•

 

Você Também Pode se Interessar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Post Comment