Varizes: Como elas surgem? Será que tem tratamento?

Varizes: Como elas surgem? Será que tem tratamento?

Esse é um problema que atinge 70% das pessoas com até 70 anos e pode provocar efeitos negativos na saúde, sem contar a preocupação estética, mas raramente ouvimos falar sobre as varizes. Esse artigo tende a esclarecer um pouco mais sobre o assunto.

O que são varizes?

Varizes são veias das pernas que se dilatam e se deformam na região das pernas. Elas são causadas por uma deficiência das válvulas que impedem que o sangue volte pelo mesmo lugar que veio, fazendo com que o sangue fique preso ali e não consiga voltar para o coração. Isso provoca inchaço nas pernas, desconforto e sensação de cansaço, além das veias ganharem aspecto vermelho ou azulado.

Por que elas surgem?

A genética é a principal culpada pelo surgimento de varizes, então se sua família apresenta esse problema no histórico de saúde, é quase certo que você também venha a apresentá-lo. Profissões que exigem que você fique parado muito tempo na mesma posição, seja sentado ou em pé, também favorecem o aparecimento dos vasinhos. Isso porque a gravidade faz com que o bombeamento do sangue fique prejudicado.

O estrogênio e a progesterona enfraquecem as paredes das veias, o que se intensifica na gestação, com o uso de anticoncepcionais ou reposição hormonal na menopausa.

Tipos de varizes

Elas são divididas em dois grupos: as varizes primárias e as secundárias. As primárias são as que aparecem por influência da hereditariedade, enquanto as secundárias são ocasionadas por doenças e têm o tratamento mais difícil. As chamadas “varizes internas” são um conceito ultrapassado, visto que certas veias mais profundas podem também serem afetadas pelo problema, mas ainda estão sob a categoria das varizes secundárias.

Tratamento

As veias dilatadas e deformadas não conseguem retornar ao normal, o que faz com que o único tratamento para as varizes seja a retirada dos vasinhos. Além de existir uma cirurgia para isso, também há outros meios: aplicação de laser ou de medicamentos que fazem com que a veia resseque e seja absorvida pelo corpo. Antes de realizar o tratamento, porém, é importante verificar qual área da circulação foi afetada para ser tratada corretamente.

Quando não tratadas, costumam espalhar-se pelas pernas Raramente varizes ocasionam em complicações, mas há casos em que elas podem evoluir para uma trombos, formar coágulos e gerar insuficiência venosa. Em caso de dor persistente, procure seu médico imediatamente.

Como evitá-las

A prevenção é essencial para evitar o aparecimento dos vasinhos dilatados, ainda mais no caso de quem já tem predisposição genética. Algumas medidas são bastante eficazes:

  • Evitar o tabagismo
  • Fazer exercício aeróbico regular, já que exercícios de grande explosão podem piorar o problema. Ele também fortalece a panturrilha, que quando se contrai expulsa o sangue de volta para o coração
  • Usar meias de compressão, colocando-as pela manhã antes de levantar
  • Quando passar muito tempo em uma posição, levantar-se a cada duas horas e fazer dois minutos de caminhada
  • Controle o peso
  • Utilize somente sapatos confortáveis, nem muito planos, nem com saltos muito altos e finos.

varizes na gravidez

Varizes na gravidez

É exatamente no período da gestação que as mulheres estão mais sucetíveis ao aparecimento de varizes, e segundo os médicos, é hora de ficar atenta e cuidar ainda mais da saúde. O que acontece é com o crescimento da barriga, alguns vasos acabam ficando pressionados, prejudicando a circulação sanguínea. Com o crescimento do bebê, essas veias acabam se tornando mais evidentes. Além disso, existe também um fator hormonal, já que durante a gravidez os níveis de progesterona estão elevados e isso também propicia o aparecimento de veias azuladas. Em alguns casos elas podem causar até dor.

Durante esse período, vale as mesmas recomendações do tópico anterior para evitar que as varizes apareçam, afinal, mesmo durante a gravidez é recomendado praticar uma atividade física leve. Além disso, outra dica interessante é sempre que possível, manter as pernas levemente elevadas, afim de facilitar a circulação sanguínea. Evitar ficar em pé por longos períodos também pode ajudar.

Também é necessário levar em consideração seu histórico familiar, já que as varizes tem muita relação com a genética.

💕 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 💕

 

 

Você Também Pode se Interessar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Post Comment