Trombose: Conheça aqui todos os sintomas e riscos e saiba como se prevenir

Trombose: Conheça aqui todos os sintomas e riscos e saiba como se prevenir

Se você já ouviu falar em trombose sabe que é um problema que pode se tornar muito grave no organismo se não tratado com a maior antecedência possível. Há casos de morte devido à trombose, por isso deve-se tomar muito cuidado com cada sintoma sentido para procurar um médico o quanto antes.

A trombose atinge mais mulheres que homens, devido aos hormônios femininos. Pensando em nossas leitoras elaboramos um artigo especial sobre a trombose. Aqui você vai saber o que é, o que causa a trombose, quais são os sintomas, o que ela pode causar no organismo e também métodos de prevenção e tratamento. Não perca mais tempo e saiba tudo a seguir.

O que é a trombose?

Trombose é o desenvolvimento de um trombo ou coágulo no interior de um vaso sanguíneo ou no coração. Esse trombo que se forma impede ou dificulta a passagem de sangue por essa veia, fazendo com que assim o sangue não circule normalmente pelo corpo e principalmente na região onde se formou esse coágulo, podendo deixar de levar sangue à órgãos importantes do corpo. A trombose é um acidente grave vascular, pode até levar à morte.

A trombose pode acarretar outros problemas quando o coágulo que estava parado em uma parte da veia se desprende e começa a percorrer na circulação sanguínea, pode parar no coração provocando um ataque cardíaco, porque ao se prender lá o coração para de receber sangue suficiente para bombear para o resto do corpo.

Trombose pode causar AVC?

AVC significa acidente vascular cerebral e sim, a trombose pode causar um AVC, na verdade essa é a causa principal desses acidentes.

Quando o coágulo se desprende da veia onde estava preso e dificultando a passagem de sangue, ele começa a correr pela circulação sanguínea e pode parar no cérebro, ao parar no cérebro o órgão para de receber a circulação de sangue necessário, dando pane em suas funções e é nessa hora que acontece o acidente vascular cerebral.

Algumas partes do cérebro ficam sem receber oxigênio e se danificam, por isso algumas pessoas após um AVC perdem movimentos do corpo, não conseguem mais comer sozinhas, não conseguem mais falar e ficam dependentes ou necessitam de longos tratamentos com fisioterapias e remédios neurológicos.

Por esses motivos é tão importante detectar uma trombose o mais rápido possível, que assim é iniciado o tratamento para que o coágulo não se instale em mais nenhum lugar e não chegue ao cérebro.

Muitos AVC’s deixam sequelas irreversíveis e o indivíduo nunca mais terá a mesma vida saudável de antes.

Quais os sintomas da trombose?

Uma das dificuldades médicas sobre a trombose é porque é um acidente silencioso, na metade dos casos os sintomas da trombose não são tão perceptíveis assim.

No entanto, se você perceber alguns dos sinais listados abaixo, procure um médico o mais breve possível:

  • Inchaço e muita dor nas pernas, panturrilhas e tornozelo
  • Sensação de perna pesada
  • Sensação de queimação na região das pernas, panturrilhas e tornozelo
  • A cor da pele da região afetada pode mudar, pode ficar vermelha ou azulada
  • Muito inchaço na perna afetada

Trombose tem cura?

Sim, com o tratamento adequado você pode se livrar da trombose e ter uma vida normal.

Logo que a trombose é detectada com um exame como o ultrassom, angiografia ou tomografia computadorizada, porque esses exames ajudam a mapear e a encontrar onde o coágulo está alojado no organismo. Após a detecção da trombose e a avaliação do angiologista, ele passará um tratamento adequado ao seu caso. A maioria dos tratamentos de trombose consistem em medicamentos anticoagulantes como Varfarina.

Em casos graves de trombose pode ser necessária uma cirurgia para retirar o coágulo e desobstruir a veia que não está conseguindo fazer circular o sangue normalmente.

O quanto antes o diagnostico de trombose for feito e o tratamento iniciado, menores são as chances de sequelas e problemas mais graves.

Quais os riscos de trombose na gravidez?

Se você é gestante e já tem propensão genética e má coagulação sanguínea os riscos são maiores de ter uma trombose venosa. A trombose na gravidez pode ocorrer, mas são raros os casos.

Em casos extremos a trombose na gravidez pode comprometer a placenta levando à altos riscos ao bebê e sua saúde. Pode ocorrer também a embolia pulmonar levando o bebê a ter um quadro respiratório grave.

Para evitar qualquer desses riscos o mais recomendado é levar uma vida saudável, com uma alimentação leve e sem alimentos gordurosos e principalmente à prática habitual de exercícios físicos para ativar a circulação sanguínea.

Se você tem propensão à varizes ou pessoas na família que tiveram trombose, procure se cuidar e prevenir para que não aconteça com você.

Até a próxima!

💕 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 💕

 

Você Também Pode se Interessar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Post Comment