Abdominoplastia: Como é feita? Qual é o preço? Dá pra fazer pelo SUS? Como é a cicatriz?

Abdominoplastia: Como é feita? Qual é o preço? Dá pra fazer pelo SUS? Como é a cicatriz?

A abdominoplastia é um procedimento cirúrgico que remove o excesso de pele e gordura do abdômen através de uma incisão feita onde começam os pelos pubianos. Ao contrário do que muita gente ainda pensa, ela não é feita para trazer emagrecimento, mas sim restaurar a pele flácida e músculos enfraquecidos do abdômen de forma a torná-lo mais suave.

Tamanha é a popularidade da abdominoplastia que ela é a segunda cirurgia mais realizada no Brasil, mas se você ainda tem dúvidas sobre ela, como é realizada, como é o pós operatório e muito mais, então continue lendo esse artigo e saiba tudo!

Como é a cirurgia? Para que serve a abdominoplastia?

De forma simples, a abdominoplastia é uma cirurgia indicada para quem deseja remover o excesso de pele da região da barriga, e laterais, que geralmente aparece depois da gravidez ou depois de emagrecer uma grande quantidade de peso. É uma cirurgia muito comum, por exemplo, entre pessoas que realizaram uma cirurgia bariátrica.

Essa cirurgia também reposiciona a musculatura abdominal, criando uma espécie de cinta muscular que sustentará a barriga, além de melhorar o aspecto estético e anatômico da região.  É importante dizer que, mesmo que os resultados da cirurgia teoricamente sejam permanentes, eles dependerão principalmente de futuras oscilações de peso.

abdominoplastia cirurgia

A abdominoplastia costuma ser indicada em último caso, quando todas as tentativas de dieta e exercício fracassarem, e há uma flacidez muito extrema da região.

Quem pode e quem não deve fazer

Indicada para homens e mulheres saudáveis e maduros emocionalmente, que não possuem nenhuma patologia que prejudique a cicatrização. A cirurgia não deve ser realizada se você pretende engravidar em breve, pois isso causará um alargamento dos músculos verticais, que são apertados na cirurgia. Se você planeja perder muito peso, adie a abdominoplastia, já que ela só é usada como último recurso e não como alternativa para a perda de peso.

Como se preparar para a cirurgia

  • Se você fuma, o médico pedirá para que você pare de fumar pelo menos duas semanas antes da cirurgia até duas semanas depois. O tabaco traz complicações para a cicatrização.
  • Informe o médico sobre qualquer medicamento que você tome, incluindo fitoterápicos, homeopáticos ou suplementos alimentares. É possível que você seja recomendado a interromper o uso durante algum tempo, para que não haja interação medicamentosa durante e após o procedimento.
  • A cirurgia pode envolver usar tubos de drenagens sob a pele durante alguns dias.
  • Deixe preparados em casa: gelo, roupas largas e confortáveis que podem ser colocadas e retiradas facilmente e uma cadeira de plástico para utilizar durante o banho.
  • Você necessitará de um acompanhante para levá-lo de volta pra casa após a cirurgia. Quem mora sozinho pode contratar uma enfermeira para passar as primeiras 72h horas após a cirurgia te acompanhando.

Como é a cicatriz?

A cicatriz da abdominoplastia é uma preocupação de muitas mulheres que desejam se submeter a cirurgia, afinal de contas, trata-se um corte grande e em uma região do corpo que fica bastante exposta.

A cicatriz da abdominoplastia, obviamente, depende da direção do corte na cirurgia, sendo que existem três mais comuns, como você pode ver no exemplo a seguir:

cicatriz da abdominoplastia

No caso da mini abdominoplastia a cicatriz é menor e se limita apenas a região abaixo do umbigo. Esse corte é feito na púbis, logo onde começam os pelos. Como se trata de uma cirurgia que vai mexer pouco na região abdominal geralmente não é necessário mexer no umbigo.

Já na abdominoplastia clássica, o corte é maior do que no primeiro caso e vai quase de um lado da cintura até outro. Como a retirada de pele é maior geralmente é necessário refazer o umbigo.

Por fim temos a abdominoplastia em âncora, que como ilustrado acima, é feita com um corte vertical que vai desde a região abaixo dos seios até a púbis, onde abre-se um corte horizontal. Como você pode perceber, a cicatriz neste caso é muito maior. A abdominoplastia em âncora é mais indicada quando a flacidez está não apenas na região inferior do abdome, mas também na parte central da barriga e nas laterais do corpo.

Além dos formatos das cicatrizes, é importante falar também que cicatrização também depende do organismo de cada pessoa, já que isso é muito pessoal e varia de pessoa para pessoa. Algumas pessoas tem a cicatrização mais difícil, e isso deve ser conversado e discutido com o seu médico.

Pós-operatório

A recuperação costuma ser tranquila e leve, levando cerca de 30 dias para que o paciente retorne às suas atividades diárias. É recomendado que, no pós operatório, o paciente utilize uma cinta modeladora e curativos ou bandagens sobre as incisões, para minimizar o inchaço e sustentar os novos contornos do abdômen à medida que cicatrizam. O médico te indicará o melhor procedimento para cuidar do local da cirurgia e dos drenos, medicamentos a serem aplicados e acompanhamento com um cirurgião plástico.

Também é necessário ter alguns cuidados com a cicatriz para que ela fique o menos perceptível possível, e tudo isso deve ser discutido com o seu médico.

Riscos possíveis

  • Cicatrizes,
  • Hematomas,
  • Sangramentos,
  • Danos em estruturas mais profundas, como nervos, vasos sanguíneos e pulmões,
  • Dor,
  • Reabertura de uma ferida previamente fechada,
  • Seroma (inchaço local, dor, pele avermelhada e aumento da temperatura local),
  • Possibilidade de novo procedimento cirúrgico,
  • Assimetria,
  • Necrose da pele,
  • Má cicatrização,
  • Riscos anestésicos,
  • Infecção,
  • Trombose venosa, complicações cardíacas e pulmonares

Mas é claro que todos esses riscos são minimizados se você estiver sendo atendido por um bom médico e por uma boa equipe de profissionais, que sejam responsáveis e experientes. Apesar de ser uma cirurgia relativamente simples, é importante pesquisar muito e se informar sobre o médico que irá te atender para que corra tudo bem.

Valor da abdominoplastia

preço abdominoplastia

A abdominoplastia que custa a partir de 9 mil reais, podendo chegar até mais de 16 mil reais. Alguns itens fazem com que a cirurgia fique com um valor mais elevado, como a equipe de médicos, anestesista, internação no hospital, equipe para pré e pós operatório. Além disso você também deve considerar o seu gasto com consultas, remédios e cinta.

É importante falar que esse valor não é tabelado, e ele pode variar de acordo com uma série de fatores. Médicos mais experientes e renomados, por exemplo, podem acabar cobrando mais caro para realizar a cirurgia. O valor pode variar também de cidade para cidade.

Dá pra fazer abdominoplastia pelo SUS?

O SUS (Sistema Único de Saúde) geralmente não cobre procedimentos estéticos. O mesmo acontece com os planos de saúde. Porém em alguns casos é possível sim conseguir a abdominoplastia pela rede pública, por exemplo para remoção de excesso de pele após a cirurgia de redução de estômago. Em outras situações em que a questão estética atrapalha a vida do paciente a cirurgia também pode ser feita com gratuidade, mas isso depende de uma avaliação médica para que o procedimento pode ser aprovado.

Abdominoplastia estando acima do peso

Muitas pessoas ainda buscam um cirurgião plástico para realizar uma abdominoplastia estando em cima do peso, e é preciso esclarecer que essa cirurgia não é indicada para redução de peso, e ela é feita apenas em pacientes que estão com o IMC dentro do aceitável. Porém, este não é o único item analisado pelo médico para decidir se a cirurgia é viável ou não para a paciente, já que é necessário que a pessoa esteja com boa saúde, condições clínicas, posicionamento da pele. Por isso, mesmo que o paciente esteja dentro do peso, o médico pode se recusar a fazer a cirurgia por outros motivos.

abdominoplastia acima do peso

No caso de pacientes obesos, por exemplo, os médicos primeiro orientam o paciente a emagrecer para depois realizar a cirurgia, até porque o excesso de peso aumenta o risco cirúrgico.

Por isso, se você tiver planos de emagrecer, o recomendado é esperar um pouco para realizar a abdominoplastia.

Para quem se recomenda e como é feita a abdominoplastia?

Este tipo de cirurgia plástica é recomendada para as mulheres que passaram por um processo de emagrecimento que deixou algum tipo de sequela, como flacidez na pele e gordura localizada, que dificilmente pode ser eliminada de outra maneira. A abdominoplastia também é muito procurada por mulheres depois de várias gestações, mas como já informamos, precisa ser pensada com responsabilidade.

A musculatura abdominal precisa estar em dia, ou a cirurgia se torna ainda mais perigosa, e pode gerar uma série de complicações para a cirurgia, já que as costuras terão mais dificuldade em se firmar.

O procedimento, considerado mediano dentro dos padrões das cirurgias plásticas, acontece, geralmente, desta forma:

  • É feita uma incisão perto do púbis, em formato circular e outra, na vertical, até a altura do umbigo.
  • De cada um dos cortes é retirado o excesso de pele e aspirada à gordura, de forma similar a uma lipoaspiração.
  • A pele e os músculos abdominais são reestruturados, criando uma aparência mais firme e enxuta da parte do abdome e ajudando a definir cintura e quadril.

Obviamente esta é uma forma muito simplista de explicar o procedimento da abdominoplastia, mas deixa mais claro o grau de seriedade da cirurgia.

Recuperação e problemas da abdominoplastia

abdominoplastia quem pode fazer

O período de recuperação da abdominoplastia pode ser de quinze dias a um mês, com alguns problemas consequentes da cirurgia, como acúmulo de líquidos e inchaço na região, que são reduzidos com o tempo. Após Ester período apenas o resultado final da abdominoplastia fica aparente.

Durante o período de recuperação, dependendo da reação do corpo, pode ser necessário manter um dreno para retirada dos líquidos que se acumulam, além de pequenas infecções na região, que estará se acostumando com a nova configuração. Não se recomenda, de forma alguma exercícios ou esforço físico durante a recuperação e, se for possível, o ideal é que a pessoa não trabalhe no período.

Além disso, e extremamente importante evitar fazer a abdominoplastia se o seu for um destes casos:

  • Se você ainda não controlou totalmente seu peso. Nada pior do que ver o investimento e a recuperação sendo inutilizados pela recuperação do peso.
  • Se você fuma, isto pode ser uma dificuldade adicional para a recuperação da cirurgia. Recomenda-se interromper o uso do cigarro por pelo menos 2 meses antes da cirurgia.
  • Siga todas as recomendações do cirurgião plástico. Muitas vezes existem outros procedimentos que podem resolver seu caso de forma mais eficiente. Se não houver total confiança no cirurgião plástico em questão, troque de cirurgião.

Acima de tudo, encare a decisão de fazer uma cirurgia plástica com a devida seriedade. É um procedimento com risco de morte e não deve ser feito sem a devida consciência dos riscos e dos benefícios.

Veja também o relato de uma mulher que passou pela abdominoplastia:

💕 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 💕

 

Você Também Pode se Interessar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Post Comment