Melatonina: Tudo sobre a pílula do sono!

Melatonina: Tudo sobre a pílula do sono!

A melatonina é conhecida como o hormônio do sono, e é produzida naturalmente na região central do cérebro, em quantidades maiores durante a noite, quando está escuro, e em quantidades menores durante o dia, para que as pessoas consigam dormir quando está escuro e fiquem despertas durante o dia.

Como a insônia é um mal que atinge grande parte da população mundial, os pesquisadores e a indústria farmacêutica estão sempre buscando novas soluções que possam garantir uma boa noite de sono e mais qualidade de vida para os usuários de remédios para dormir.

A melatonina, sendo um hormônio sintético inspirado no hormônio produzido naturalmente pelo organismo parece ser a melhor opção, como vamos mostrar a seguir.

Para que serve Melatonina?

A melatonina é o hormônio responsável pelos ciclos de sono e vigília, ou seja, a induzir o cérebro de acordo com o ciclo circadiano, que é a forma como o organismo organiza as suas funções quando estamos dormindo ou acordados. Isso faz a pessoa sentir sono durante a noite (atingindo o seu pico de melatonina entre as 23h e as 3h da manhã) e a acordar e nos manter despertos durante o dia (entre 8h e 9h da manhã, quando os níveis de melatonina encontram-se no seu nível mais baixo), e por isso é chamado de hormônio do sono.

A exposição à luz durante a noite ou à escuridão durante o dia podem interferir na produção de melatonina, nos deixando despertos durante a noite e com sono durante o dia. Outros fatores como a idade, a ingestão de álcool e cafeína em excesso, a cegueira e o uso de alguns medicamentos também podem influenciar na produção de melatonina.

melatonina

Quais os benefícios da Melatonina?

A melatonina sintética (produzida em laboratório) funciona como o hormônio natural, para ajudar a regular o sono de pessoas cuja insônia está ligada à insuficiência desse hormônio – que não é a única causa da insônia.

Ela foi criada para ajudar na indução do sono e na sua manutenção durante a noite, e também serve para regularizar o sono de trabalhadores noturnos, que precisam dormir durante o dia, quando está mais claro.

Alguns estudos indicam que a melatonina também é capaz de ajudar em casos de enxaqueca e no tratamento da síndrome de ovários policísticos, mas não é um medicamento específico para nenhum desses casos, e não deve ser usado para isso sem recomendação médica.

A melatonina também é mais barata que a maioria dos remédios para dormir, e causam menos efeitos colaterais, como mostraremos a seguir.

Tem efeitos colaterais?

A melatonina sintética imita o hormônio natural, e por isso tem menos efeitos colaterais que os outros remédios para a insônia.

A maioria dos efeitos colaterais apresentados são leves, como dor de cabeça, sonolência, tontura e náuseas, e está relacionada com uma dosagem diária acima da recomendada, como falaremos a seguir.

Como tomar Melatonina

A melatonina pode ser encontrada em diversas dosagens: 1 mg, 2 mg, 3 mg, 5 mg ou 10 mg, e a dosagem diária ideal deve ser indicada por um médico, mas estudos comprovam que 0,5 mg de melatonina sintética é o suficiente para produzir a quantidade de hormônios capaz de regularizar o sono. Essa dosagem também pode variar em casos de insônias crônicas.

O recomendado é tomar a Melatonina de uma a duas horas antes de dormir, mas novamente indicamos seguir as recomendações feitas pelo seu médico, já que esse texto é apenas informativo, e não científico, e não substitui a opinião ou a indicação médica.

melatonina

Melatonina é aprovada pela Anvisa?

Sim e não, e vamos explicar porque: Para que um medicamento seja aprovado pela Anvisa, um laboratório farmacêutico precisa solicitar o registro e a autorização para produzir e comercializar o produto, coisa que não aconteceu ainda com a Melatonina.

Essa é a única razão para que a Melatonina não seja comercializada no Brasil por nenhum laboratório farmacêutico, e não por ela oferecer riscos à saúde, já que os pacientes podiam importar a Melanina da Europa (considerada mais segura que a dos EUA) com receita médica.

No início de 2017, para ser comercializada em forma de manipulação.

Melatonina manipulada

A Anvisa aprovou, no início desse ano, que a Melanina seja produzida e comercializada em forma de substância manipulada, e tanto o preço quanto os efeitos podem variar de acordo com a concentração do hormônio por cápsula, como falamos no tópico acima, em “como tomar Melatonina”.

Recomendamos para você:

Post Comment