Moda infantil: ensinando estilo e praticidade desde cedo.

Moda infantil: ensinando estilo e praticidade desde cedo.

As crianças, atualmente, estão sujeitas a uma série de influências que poder ser consideradas incorretas. Cada vez mais cedo elas são expostas a roupas adultas e seus maneirismos, sendo que a sexualização destas crianças é um assunto cada vez mais atual, com cantoras de funk de 9 anos na mídia.

Como sabemos que o conceito de moda é cada vez deturpado, vamos falar sobre moda infantil e algumas dicas para que as crianças possam ter estilo sem um amadurecimento desnecessariamente rápido.

O quanto a moda infantil mudou?

Antes as crianças precisavam de roupas que fossem resistentes, pois elas brincavam cm muito mais intensidade, em atividades que desgastavam as roupas (especialmente joelhos, cotovelos e similares). Além disso, as roupas tinham um caráter claramente mais infantil, fazendo mais referências a personagens e ao meio lúdico das crianças, com cores mais vivas.

Hoje, em várias propostas da moda infantil, a idéia e oferecer versões menores das roupas adultas, inclusive com detalhes que não são necessariamente saudáveis para crianças, como saias curtas, decotes, alguns acessórios que tem uma mensagem um bocado violenta, entre outros detalhes.

Da mesma forma que existem diversas formas de encarar o amadurecimento de uma criança, deve-se levar este conceito para a moda infantil. Enquanto a criança for considerada criança, (alguns dizem até 9, 10 anos) é interessante dar a ela roupas que tenham relação direta com isto.

Outro detalhe, que acaba passando despercebido da maioria das mães é o quanto repreendemos e oprimimos a expressão dos nossos filhos. Muitas vezes impomos nosso gosto aos nossos filhos, que p0odem ter outras influências ou o simples desejo de usar outra cor ou outro tipo de roupa.

Neste caso, vale à pena suar o bom senso: quais as conseqüências negativas da criança usar o que deseja? Não todas as vezes, ou ela vai acreditar que pode fazer tudo que deseja, mas em momentos mais descontraídos ou em datas especiais (como natal ou aniversário), dar a criança a chance de escolher suas roupas pode ser instrutivo e divertido.

Meninas: uma dificuldade a mais.

Quanto à questão de vestuário, algumas meninas podem se tornar extremamente complicadas na pré adolescência. Neste caso é um bom momento para abandonar a moda infantil.

Esta transição, porém, precisa ser feita d forma correta, pois mostrar para uma menina o quanto mostrar ou não tem diversas vertentes de pensamento, mas o fundamental é pensar no meio onde a criança está inserida.

É importante ensinar uma garota a respeitar seu próprio corpo e o quanto mostrá-lo pode trazer conseqüências desagradáveis, pois nossa sociedade, infelizmente, ainda tem o conceito machista de que a mulher precisa se cobrir, e não o homem de se controlar.

Além disso, dar a crianças desde cedo à noção de que a expressão por meio da moda é algo a ser usado e valorizado, já que somos muito julgados pelo que vestimos, gostemos disto ou não.

Outro detalhe muito importante é sabermos que, especialmente para as meninas, nós somos o modelo de vestuário e comportamento. Neste caso, vale também um exame de consciência sobre o tipo de exemplo que estamos dando.

💕 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 💕

 

Você Também Pode se Interessar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Post Comment