Permanente Afro: Saiba o que é, quais os tipos, quais produtos são usados e cuidados após o procedimento!

Permanente Afro: Saiba o que é, quais os tipos, quais produtos são usados e cuidados após o procedimento!

O Permanente Afro é um processo químico contrário à escova progressiva. Esse método cacheia e confere forma a cabelos que não possuem uma estrutura definida, ou que são lisos e desejam ter mais curvas.

Esse nome veio porque o cabelo “afro” é naturalmente com muitas curvas. Além disso, os grandes cabelos volumosos, crespos ou cacheados, foram difundidos por mulheres negras icônicas como a Taís Araújo e a Cris Viana.

A partir dessa difusão desse estilo de cabelo, muitas mulheres que não nasceram com o cabelo especificamente muito cacheado desenvolveram o desejo de cachear as madeixas.

Quer fazer um Permanente Afro, mas ainda tem dúvidas sobre como esse processo é feito? Então confira nosso artigo!

Como é feita a Permanente Afro?

Esse Permanente é feito com uma fórmula a base de Tiogricolato de Amônia, que também é utilizado em alguns processos de alisamento.

Esse composto é enriquecido com arginina e pode ser feito em salões de beleza especializados ou até mesmo em casa com produtos vendidos em farmácias ou lojas de beleza.

Quem pode fazer?

Quaisquer pessoas que tenham o cabelo mais liso ou sem estrutura curvilínea podem cachear mais os seus cabelos com o Permanente Afro.

Inclusive mulheres com processos de alisamento químico podem fazer a permanente afro e retomar os cachos temporariamente.


📌 Depois de fazer sua permanente, confira nosso cronograma capilar completo para nutrir e fortalecer seus fios.


Quais são os tipos de Permanente Afro?

Hoje em dia existe o permanente afro e o permanente digital.

  • Afro

O permanente afro é feito com produtos a base de thioglicolato de amônia, que atua da seguinte forma: primeiro ele destrói o cabelo, para que depois ele seja enrolado com os “bigoudins”.

Esse artefato deve ser escolhido com muito cuidado. O tamanho dos bigoudins vão definir a curvatura do cacho. Quanto menores, mais fechado e volumoso será o cacho. O procedimento todo pode durar cerca de duas a quatro horas.

  • Digital

O procedimento digital se diferencia do tradicional porque os bigoudins usados são digitais e conseguem se aquecer sozinhos, o que favorece o processo. Eles podem chegar até a temperatura de 150°C durante o permanente. Isso ajuda a fixação do produto químico utilizado e economiza tempo.

Os especialistas defendem que o permanente digital cria ondas e cachos mais suaves, conferindo um resultado mais natural, principalmente nas pontas. Os bigoudins utilizados nesse método também recebem auxílio de uma luz de led azul que favorece a absorção.

Outra diferença marcante é na formulação. Ela também contém tioglicolato de amônia, mas também são acrescentados outros ativos que evitam danos na fibra capilar.


📌 Quer aproveitar para mudar o visual ainda mais? Confira aqui as tendências de cortes curtos para cabelos cacheados!


Posso fazer um Permanente Afro caseiro?

Assim como falamos lá em cima, o permanente também pode ser feito dentro de casa. O procedimento é exatamente o mesmo.

Basta comprar os produtos ideais para o processo, que contêm os compostos essenciais para a reestruturação do cabelo, e utilizar o intrumento dos bigoudins.

Primeiramente é preciso lavar bem os cabelos, e ir aplicando o produto mecha a mecha, e depois enrolando o cabelo nos bigoudins.

Depois basta aquecer o cabelo que está preso nos rolinhos, e esperar meia hora, ou quanto tempo for necessário e o seu cabelo suportar. Depois enxágue com abundância.

Atenção leitoras! É importante lembrar que mesmo o procedimento caseiro deve ser realizado por uma profissional, pois qualquer técnica errada pode prejudicar seu cabelo para sempre. Opte sempre por fazer no salão, e caso faça em casa, certifique-se de fazer com um(a) cabeleireiro(a) de confiança.

mulher negra com cabelo de permanente afro

Quais cuidados devo ter após o procedimento?

Este procedimento requer muitos cuidados especiais, além de muita habilidade em sua execução, ou seja exige uma mão de obra muito capacitada e com grande conhecimento técnico no procedimento.

Se danificar os fios não tem mais volta por causa da química, por isso, é importante conversar muito com o especialista antes do primeiro passo.

Para ter um resultado mais bonito e macio, é importante cortar as pontas do cabelo antes de aplicar o permanente. Isso porque as pontas são a parte mais frágil do cabelo e pode ser que elas se danifiquem como o calor empregado no procedimento.

  • É proibido passar prancha após o procedimento;
  • Não faça o procedimento em casa;
  • A química da permanente não pode se misturar com: formol, henê, lithium ou hidróxido de sódio;
  • Faça uma reconstrução com queratina após fazer a permanente;
  • Aposte na umectação capilar para hidratar os fios.

Como fazer um permanente Afro natural e caseiro?

Se você não quiser fazer o processo com o produto químico, pode também optar pela receita caseira de hidratação com maizena que ensinaremos a seguir:

Use os seguintes igredientes:

  • 1 copo de Leite Integral
  • 2 colheres (sopa) de Maizena
  • 1 colher (chá) de Manteiga de Karité
  • 1 colher (sopa) de Mel
  • 1 colher (sopa) de Azeite de Oliva
  • 2 colheres (sopa) de creme de sua preferência

Primeiramente, misture a maizena no leite e leve ao fogo. Feito isso, deixe chegar no ponto de mingau, acrescente a manteiga de karité até a massa ficar homogênea.

Tire do fogo e junte o azeite de oliva, o mel e por último o creme. Passe nos cabelos e deixe agir por 30 minutos.

Mas lembrando que essa permanente não funciona para cabelos lisos. Ela apenas reforça e hidrata os cachos que o cabelo já apresenta.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe com suas amigas para elas libertarem os cachos também!

💕 SE INSCREVA NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 💕

 

Você Também Pode se Interessar

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 1,00 out of 5)
Loading...

Post Comment